Dieta low carb: funciona mesmo?

postado em: Dicas Nutricionais | 3

Dieta low carb: funciona mesmo?

Quem precisa (e até quem não precisa) perder peso sempre está atrás de novas dietas e receitas inovadoras para conseguir alcançar esse objetivo.

A dieta Low Carb caiu no conhecimento e interesse do público há mais ou menos dois anos e está ganhando cada vez mais adeptos. Quem adere à dieta low carb reduz ao máximo o consumo de carboidratos da sua alimentação e isso pode oferecer alguns riscos, pois os carboidratos são extremamente importantes para o nosso corpo obter energia suficiente para continuar funcionando, além de regular o metabolismo das proteínas.  

Portando, se você pretende fazer uma dieta low carb, e não sabe bem como essa dieta vai agir no seu organismo, continue lendo esse post que vamos explicar um pouco mais sobre ela!

O que é a dieta low carb?

O que é a dieta low carb?

Basicamente é uma dieta que visa diminuir o consumo de carboidratos, mas não exclui-los definitivamente da sua dieta. O objetivo é reduzir o apetite e a necessidade da ingestão de calorias e a consequente perda de peso de forma rápida.

Em uma dieta convencional, o recomendado é que 50 a 55% de todo o alimento consumido no dia sejam carboidratos. Já em uma dieta low carb, o recomendado é que esse percentual seja reduzido a no máximo 40%, podendo até ser restringido a 5% nos casos mais extremos.

Mas é muito importante ressaltar que uma redução drástica, abaixo dos 40%, pode trazer problemas de saúde para você. O ideal é sempre procurar um nutricionista para uma melhor orientação e acompanhamento. 

Benefícios da dieta low carb

  • Evita o acumulo de gordura, pois ao reduzir o carboidrato da dieta, você mantém as reservas de glicogênio do corpo muita baixas ou quase vazias, com isso você evita que mais insulina seja liberada no seu organismo e armazene gordura. Quando você tem menos insulina correndo em sua corrente sanguínea, seu corpo é forçado a usar toda a sua reserva de glicogênio e, logo em seguida, ele passa a usar a gordura armazenada nas células do tecido adiposo.
  • A redução de açúcar no sangue e a consequente melhora da imunidade do organismo também é algo positivo a se ressaltar de uma dieta low carb. Essa melhora se deve à redução de açucares contidos em uma dieta tradicional, geralmente, rica em carboidratos processados e refinados, o que contribui para os danos de radicais livres e alimenta as células cancerosas.
  • Aumentar o seu consumo de gorduras saudáveis, e reduzir o consumo de carboidratos, é de fato muito significativo para a sua saúde. Em outras palavras, as gorduras boas e as proteínas são amplamente conhecidas por alterarem os hormônios responsáveis pelo apetite, permitindo que você leve mais tempo para sentir fome entre uma refeição e outra. O carboidrato causa picos de insulina, que por sua vez, desregula a grelina e lipoproteína de alta densidade, isso pode acarretar num aumento da grelina em circulação no seu organismo, o que vai resultar no aumento do seu apetite.  
  • Melhorar a função cognitiva é outro ponto a favor, já que a dieta low carb, além de reduzir os carboidratos também exige o consumo das gorduras boas, que agem como antioxidante e precursores de determinadas moléculas que dão suporte cerebral e a neurotransmissores responsáveis pela memória, aprendizado, humor e energia. Tudo isso porque o seu cérebro é composto, em maior parte, por ácidos graxos e dependem dessa gordura para que possa desempenhar essas funções de forma plena.
  • Melhora a sua digestão, pois o aumento do consumo de gorduras boas, proteínas, legumes e vegetais contribui, não só, para queimar gordura, como também, ajuda a nutrir todo o sistema digestivo, além de reduzir a proliferação de bactérias nocivas.
  • A dieta low carb, também é capaz de melhorar o regulamento hormonal. Em uma pesquisa realizada pela Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de Adelaide, nos Estados Unidos, onde foi comparada as dietas pobres em proteínas, e rica carboidratos (LPHC), e uma dieta rica em proteínas e pobre carboidrato (HPLC) em mulheres com desordem hormonal, conhecida por, síndrome do ovário policístico (SOP), durante 16 semanas, foi detectada uma redução, significativa, na depressão e melhoria na auto-estima das mulheres que estavam fazendo dieta low carb. 

Apesar de oferecer diversos benefícios é importante reforçar que não é recomendado cortar os carboidratos da alimentação sem que tenha sido orientada por um especialista. 

O jejum intermitente e a dieta low carb

O jejum intermitente e a dieta low carb

Antes de mais nada é preciso deixar claro que jejum nada mais é do que não comer, não se alimentar, o que pode ser muito perigoso para pessoas que tenham predisposição a transtornos alimentares.

Muitas pessoas desenvolvem algum tipo de compulsão alimentar após passarem por uma restrição severa, como um jejum intermitente, por exemplo. Por outro lado, se feito de forma correta, associado a uma dieta low carb, como é comum, o jejum intermitente pode sim ser muito eficaz para o emagrecimento.

O mais importante que você mantenha uma alimentação não só controlada, como regulada. Se você iniciar um jejum intermitente comendo mal, ingerindo alimentos ricos em carboidratos processados, refinados e açúcares, você vai acabar sentindo ainda mais fome e fraqueza.

A dica é: aumente o consumo de proteínas e das chamadas gorduras boas, como peixes, azeite de oliva, óleo de coco, folhas, legumes em geral, nozes e castanhas e abacate, por exemplo. Assim você vai poder obter resultados de forma mais saudável. Há inúmeros benefícios na prática da dieta saudável, desde que seja feita de forma correta, e com acompanhamento de um médico ou nutricionista.

O que não podemos deixar de frisar é que o carboidrato não é o vilão da história. Como dissemos no início, ele é fundamental para o nosso organismo, para nos dar energia. Pense no seu corpo como um motor movido à gasolina, pois bem, o carboidrato é a sua gasolina, ele é o principal responsável por abastecer as células do seu corpo com glicose, responsável direto pelo pleno funcionamento do seu belo e querido corpinho. Portanto, já sabe, nada de loucuras.

E aí, gostou do nosso papo sobre a dieta low carb, e seus benefícios? Deixe seu comentário e compartilha com a gente a sua dúvida ou sugestão!

3 Respostas

  1. Josias
    | Responder

    Olá, muito esclarecedor esse seu artigo sobre a dieta low carb. Continue trazendo mais dicas.

  2. Maria Silva
    | Responder

    muito bom esse artigo. Muito interessante gostei !!

  3. Monografis
    | Responder

    Adorei seu site. Muito conteúdo de qualidade. Obrigado por compartilhar. Abraço e sucesso

Deixe uma resposta para Monografis

Clique aqui para cancelar a resposta.